“TÁTICAS DE GRAFFITI E NÃO GRAFFITI” DE RENATO REN

Capa_FanPage_01_TáticasDeGraffitieNãoGraffiti

Levantando questões acerca do real espaço da arte urbana Táticas de Graffiti e Não Grafitti, primeira exposição individual do artista plástico Renato Ren, leva à Galeria Homero Massena um registro (fotografias e vídeo) dos trabalhos executados pelas ruas  da Grande Vitória ao longo dos últimos nove meses. No conjunto de ações que compõem essa pesquisa, Ren, explora diferentes meios e desdobramentos do graffiti inserido no cenário underground e as suas possíveis relações com a arte contemporânea e os espaços ditos institucionais.

Segundo o artista, o acesso ao público nas ruas é infinitamente maior, assim como a liberdade para atuar de forma crítica. O movimento do graffiti, que ganhou força com o
crescimento da cena Hip Hop americana a partir da década de 1980, é subversivo em sua essência, um respiro marginal em meio à sólida paisagem urbana. Ren questiona a domesticação de tal prática ao afirmar que: “Não podemos ignorar sua condição contracultura ou delimitar o graffiti ao uso de tinta spray sobre um muro, o graffiti nunca é feito a partir de uma encomenda”, em contrapartida à linguagem estética que tem se tornado moda. Com um projeto político de observação periférica Táticas de Graffiti e Não Grafitti problematiza o que popularmente pode ser considerado graffiti, o que entendemos por patrimônio público e privado, o abandono e a degradação ambiental urbana, os espaços destinados à publicidade nas cidades, entre outras questões.

A exposição, aprovada no Edital 015/2017 da Secult – ES, tem Clara Sampaio como
curadora e projeto de arte educação desenvolvido por Kamilla Albani. A abertura da
exposição está marcada para o dia 24 de outubro de 2017, às 19h, na Galeria Homero
Massena.

BIO

Nascido em São Paulo-SP, Renato Ren se mudou para Viana- ES, onde encontrou no graffiti sua primeira relação com a arte. Ao longo dos anos, passou a ter contato com diferentes referências, transformando as antigas “tags” em um trabalho geométrico, hoje
facilmente reconhecido pelas ruas. Anos depois, decidiu estudar Artes Plásticas na Ufes, onde passaria a experimentar a simbiose dos dois universos: a arte contemporânea de acesso mais restrito junto ao que acredita realmente comunicar e ser capaz de deixar a cidade minimamente surpreendente. Além de artista, é MC no grupo de RAP Conteúdo Paralelo.

Redes Sociais do artista:
https://www.instagram.com/renato_ren
https://www.facebook.com/RenatoRenRenato

SERVIÇO:
Exposição Táticas de Graffiti e Não Graffiti
Artista Renato Ren
Abertura: 24 de outubro, 19h
Visitação: 25 de outubro 2017 a 03 de fevereiro de 2018
Entrada Gratuita

Anúncios